DOLCE VITA
Capa Meu Diário Textos Áudios Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Áudios
NOITE VERMELHA
Data: 21/06/2012
Créditos:
TÍTULO: NOITE VERMELHA

AUTORA E VOZ: DOLCE VITA

AUDACITY
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
NOITE VERMELHA
 




Leia a carta. E antes de supor que eu esteja louco, acredite neste velho amigo que diz apenas a verdade. Ainda não sei como explicar os acontecimentos da semana passada. Desde a madrugada da última quarta-feira, mal consigo pregar os olhos. Naquela noite, depois do jantar, como de costume, bebi um cálice de vinho do Porto. E iniciei mais um capítulo do meu livro. Por detestar as modernas máquinas de escrever, usei a caneta tinteiro que era de meu pai. Logo na primeira frase  ­por incrível que pareça, escrevia sobre as facadas que o assassino desferira em sua vítima ­, a tinta azul se transformou em vermelha. Racional, como sempre fui, verifiquei o tinteiro, seguro de que encontraria tinta vermelha dentro dele, mas a cor era azul. Em seguida, quebrei a caneta num movimento tão brusco que feri minha mão. O sangue se misturou à tinta. E só então percebi que não havia tinta alguma. Era apenas sangue que jorrava da minha antiga caneta.
 
 
Enviado por Dolce Vita em 21/06/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários