DOLCE VITA
Capa Meu Diário Textos Áudios Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Áudios
OS DIAS DE CÃO ACABARAM
Data: 04/12/2014
Créditos:
OS DIAS DE CÃO ACABARAM

AUTORA E VOZ: DOLCE VITA
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
OS DIAS DE CÃO ACABARAM
 
 
 
Apesar de nebuloso, o sonho com a mulher ruiva era um sinal. Naquela manhã, Baltazar decretou o fim dos dias de cão. E saiu de casa determinado a encontrar aquela que prometera trazer sua alegria de volta.

Caminhou sob o sol escaldante ao longo da avenida que cruzava o bairro. A buzina estridente de um carro caindo aos pedaços e os palavrões do motorista desviaram sua atenção. Irritado, Baltazar olhou para trás. A mulher com quem sonhara estava logo ali, do outro lado da rua.

Baltazar quis ajoelhar-se em plena calçada e agradecer aos céus, mas teve medo de perder a ruiva de vista. Ela acabara de sair de um automóvel luxuoso, acenando para o homem sentado ao volante. Baltazar esperou até que o carro dobrasse a esquina, e correu em direção à ruiva. Ao tocar o ombro da mulher, ela virou-se lentamente.  Antes mesmo que Baltazar tivesse tempo de abrir a boca, ela disse:

— Ah! Já sei. O tal sonho. Você é o quinto a ter este sonho comigo.

Baltazar arregalou os olhos.

— O que isto quer dizer?

— Que você chegou muito atrasado.


 
 
(*) IMAGEM: Google
 
Enviado por Dolce Vita em 04/12/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários